sábado, 24 de setembro de 2011

Casa Nova

Queridos amigos leitores,

É com um grande prazer que convido-os a visitarem meu novo endereço:





Espero-os por lá!

Beijos floridos,

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Ela chegou!

Finalmente chegou minha estação predileta do ano: a primavera!

A época das flores, dos perfumes, das cores! Adoro a primavera! Adoro flores e tem uma em especial que só floresce nessa época do ano. Aliás, só floresce uma única vez, na primavera, é claro!

Viola tricolor 

O amor -perfeito! Acho essa flor linda. E seu nome então? Amor perfeito! Perfeito!

Para quem acredita no poder transformador das essências florais, o amor-perfeito nos ajuda a educar o nosso corpo mental e o nosso pensamento, para ancorar o Amor em suas mais diversas frequências e matizes, ajudando-nos a pensar de uma maneira mais amorosa e positiva para conosco, com o outro e com a vida e a ser receptivo aos pensamentos positivos e amorosos do outro. Ajuda-nos a educar nosso pensamento para que possamos nos sintonizar e manter a sintonia com o que há de melhor nas pessoas e situações. A habilidade de manter o foco mental no amor protege-nos de “vírus” mentais que nos fragilizam e nos deixam permeáveis a formas pensamento negativas e/ou parasitas da energia vital em nossos relacionamentos. Nossa mente pode criar o paraíso ou o inferno em nossa volta. Depende do que escolhemos ver em nós mesmos, nas pessoas e na vida que nos envolve.

Sabia que o amor-perfeito é da mesma família da violeta? As duas pertencem à família Violaceae. Sua flor arredondada, achatada e apresenta manchas que lembram um rosto humano. É encontrada nos campos de várias regiões da Europa e da Ásia. 

Na China uma lenda conta que antes essa flor era branca como o leite, mas que tornou-se violeta após ter sido atingida pela flecha de um cupido...

Em 1562, o médico William Bulleine disse que esta flor era "o repouso celeste do espírito". Sobre ela, escreveu: "Deus envia o repouso do espírito, porque é melhor possuí-lo e ser pobre do que ser rei e ter um espírito miserável. Reze para que Deus lhe dê ao menos um buquê desta flor, que ultrapassa em beleza todas as outras que crescem neste mundo."

Lindo, né? Quer cultivar?

O amor-perfeito é cultivado em canteiros maciços, a meia sombra, protegido do sol forte, com terra rica em húmus, mantida sempre úmida. Apesar de ser uma planta perene, é cultivada como anual por perder o viço e a beleza características das plantas novas. Multiplica-se por sementes, semeadas no outono.

Para começar a primavera com o pé direito e o coração cheio de amor divino!


Referências bibliográficas:
LORENZI, Harri. Plantas ornamentais no Brasil: arbustivas, herbáceas e trepadeiras. 3a edição. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2001.
SOARES, Cecília Beatriz L. da veiga. O livro de ouro das flores: as cem variedades mais belas, suas características e histórias. Rio de Janeiro: Ediouro, 2002.
Essências florais: http://www.essenciasflorais.com.br
Crédito foto: http://www.shopflor.viveflor.com.br

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Glass Beach: A praia feita de vidro

Adoro quando a natureza dá uma lição no homem! Jogaram lixo e era transformou em jóia!

Achei tão legal que copiei e colei o post direto do blog O Lápis Verde:

Vidro é areia, na praia mais exótica da Califórnia




Glass Beach é uma praia exclusiva, não porque a natureza a fez assim, mas porque a ação do tempo e das ondas constantemente batendo na praia acabaram corrigido um dos maiores erros do homem.




No início do século 20, os moradores de Fort Bragg depositavam o lixo doméstico sobre as falésias acima do que é agora "a praia do vidro". É difícil imaginar isso hoje acontecendo, mas naquela época as pessoas costumavam despejar todos os tipos de lixo diretamente no oceano, incluindo carros antigos, e claro, seu lixo doméstico, o que naturalmente incluía gigantescos lotes de vidro. (naquela época ainda não havia tanto plástico...)




No início em 1949, a área ao redor da Glass Beach tornou-se um "dump" (depósito de lixo público), e moradores da região se referem a ele como "The Dumps" pois todas as pessoas da área depositavam ali o seu lixo. Às vezes, foram acesas fogueiras para reduzir o tamanho da pilha de lixo, no entanto, em 1967, os líderes da cidade consideraram fechada a área, limitando o acesso.



Ao longo das décadas seguintes, com as ondas batendo diuturnamente, o mar limpou a praia , com o tempo houve o desgaste do vidro descartado, transformando em pequenas, arredondadas e lisas miçangas, ou contas de vidro, como que bijuterias multicoloridas que cobrem toda a extensão da praia hoje.




Localização:
Glass Beach (Praia de vidro), no final da West Elm Street em Road Old Haul;
Entre no parque que fica no final da Elm Steet e caminhe até a praia de Fort Bragg,
California 95437

domingo, 4 de setembro de 2011

Revista Meu Próprio Negócio

Olha que legal: saiu na revista a minha história!





Capa da revista - edição setembro 2011

Página inicial da matéria



sábado, 3 de setembro de 2011

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Azeite de oliva

Você sabe o que é a oliva do azeite? É a azeitona, uma frutinha que dá numa árvore chamada Olea europaea L., a oliveira.

A oliveira é uma das árvores mais antigas e longevas do mundo, considerada símbolo de sabedoria, paz, abundância e glória. 

Você já acompanhou o desenvolvimento de uma oliveira? Dá uma olhada nessas fotos do viveiro de oliveiras de um querido amigo:

Olha o Felipe com uma mudinha na mão:
muda de Olea europaea L., a oliveira

Mudinha plantada!

Aniversário de 1 ano do plantio!

Aniversário de 2 anos do plantio...

Aniversário de 3 anos do plantio...

Poda de correção

Primeira floração após o 3º ano do plantio

As primeiras azeitonas!

Torrão sangrado preparado para o transplante

Oliveiras em adaptação no viveiro 

Felipe e suas lindas oliveiras!

Imaginar que 3 anos atrás essas lindas árvores eram mudinhas... Cresceram rápido, né? Também foram tratadas com tanto carinho e cuidado! 

Se você quiser comprar uma linda oliveira para seu jardim, pode entrar em contato com o Felipe Bianchi, cel: 11 9666-9795 - email: felipebianchi@terra.com.br ou com o Leonardo Fonseca cel: 11 4696-1163 - email: leo_fonseca@terra.com.br ambos da Fazenda Santa Branca.

Gostou? Quer saber mais?
A oliveira é uma árvore média, que não ultrapassa 7 metros de altura. Tem folha alongadas, possuindo normalmente um tronco contorcido, casca grossa e ramos delgados. As folhas são alongadas e estreitas, verdes escuras na parte de cima e verdes, tendendo para o cinza ou até mesmo esbranquiçadas na parte inferior.

As suas flores nascem em cachos, pequenas, brancas e com um aroma agradável. Os frutos, as azeitonas, são constituídos por um caroço (uma semente dura) e por uma camada exterior comestível. Este fruto tem um alto teor em óleo de onde após alguns processos, é obtido o azeite de oliva.

As oliveiras são árvores seculares. Existem estudos que provam que as oliveiras do "Monte das Oliveiras" em Jerusalém são contemporâneas de Cristo e até hoje continuam frutificando.

Só não espere que elas frutifiquem aqui na cidade de São Paulo... Elas são um pouco exigentes com relação ao clima e a altitude para frutificarem... O que não impede de tê-las enfeitando o jardim!

Referência:



quarta-feira, 17 de agosto de 2011

O amor sempre vale a pena!

Sábado passado fiz a decoração de um casamento muito especial. Divorciados há muitos anos, com filhos adultos, os noivos se conheceram nos cursos de auto conhecimento e auto cura, e nas meditações conduzidas pela Maria Silvia Orlovas, no Espaço Alpha Lux, onde foi realizada a cerimônia, abençoada por todos os anjos, arcanjos e mestres ascencionados!

Entrada do salão 

detalhe do arco 

O caminho para o altar com Maria Silvia 

detalhe do altar com Sai Baba ao fundo

Arranjos

O bouquet e os arranjos de cabelo da noiva

Como sempre, fiz tudo com muito amor, carinho e dedicação aos noivos... E hoje recebi a seguinte mensagem deles no meu mural do facebook:


Fiquei emocionada! Foi maravilhoso fazer parte de um momento tão especial como esse! Ainda mais quando essas pessoas queridas nos ensinam que o amor não tem idade, que nunca é tarde para viver um grande amor...

Para ver outros exemplos do meu trabalho acesse: meus jardins


sábado, 13 de agosto de 2011

Preparando o Dia dos Pais

No vídeo eu ensino a fazer arranjos criativos e originais para você presentear o seu pai:


Participação no programa Manhã Gazeta de Claudete Troiano que foi ao ar em 11 de agosto de 2011.

As flores e acessórios foram gentilmente cedidos pela Mil Plantas Comercial Ltda.
R. Baumann, 1187- Vila Leopoldina, São Paulo - SP Tel: 3836-9743

Para assistir minhas outras participações na TV Gazeta clique: Na TV




quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Graças ao facebook

Eu reencontrei o Marcel, esse querido amigo da juventude, que tinha se perdido no tempo...

Depois de morar em Fortaleza, voltar para São Paulo, separar-se e montar um apartamento super bonito, me chamou para dar o toque final com plantas!


Um apartamento bem masculino e elegante. Sua única exigência: plantas fáceis de cuidar, pois ele trabalha e viaja muito e não tem tempo para se dedicar a elas.


Aqui mandei fazer umas jardineiras sob medida para deixar o terraço com cara de jardim:


Na sala ele não queria muito verde, só um vasinho aqui e outro ali...



Na cozinha a ideia era um volume baixo para esconder o que fica atrás do vidro e trazer o foco para o verde:


Só falta chegar a chaise para ele curtir mais o terraço lendo o jornal no fim de semana...

Para ver outros exemplos do meu trabalho acesse: meus jardins


domingo, 7 de agosto de 2011

Coisas e causos do Fim do Mundo

Pra quem gosta de frutos do mar, Ushuaia é um prato cheio! Centollas (caranguejos gigantes ou King Crabs) e muitos peixes diferentes maravilhosos.

O melhor restaurante é o Chez Manu, que fica no alto da montanha e tem uma vista linda da Baia de Ushuaia e o canal de Beagle:




Também gostamos muito do Kaupé, apesar do espaço não ser tão bonito nem tão confortável quanto o Chez Manu. Mas a comida é muito boa e o ambiente é bem familiar. O chef Ernesto Vivian cozinha e sua esposa e filho atendem e servem os clientes:


E o melhor cordeiro fueguino comemos no pé da montanha Cerro Castor:


O passeio de catamarã para ver as colônias de leões marinhos e os cormorões (uns pássaros que parecem pinguins) foi bem legal com um visual maravilhoso:


No inverno, os barcos saem 2 vezes por dia. Às 10h e 15h da tarde. Basta ir até o porto e comprar o bilhete (que custa $150,00 pesos) meia hora antes. 


Como o espanhol e o português são parecidos, tem algumas expressões e nomes de produtos que soam muito engraçados para nós:

extintor de incêndio

saída de carro de bombeiro

Rama caída? Que nome engraçado para uma bebida!

A tranqueira??? Que nome!

Achei esses rótulos muito bonitos

Tá, eu sei que mariposa é borboleta em espanhol, mas é engraçado.
E eu adorei o desenho da borboleta!

Esses foram os únicos pinguins que vi em Ushuaia!!!

E para quem gosta de saber do hotel, ficamos no Las Hayas. O quarto era super charmoso:


E o ponto alto do lobby era o cantinho da lareira:


Depois de passar frio o dia inteiro, chegar no hotel, sentar na poltrona para ler um livro e tomar um chocolate quente ao lado da lareira, não tem preço!